Catástrofes naturais em abril são as maiores dos últimos cinco anos

Catástrofes naturais em abril são as maiores dos últimos cinco anos

Estudo da Aon Benfield revela que dois grandes terremotos atingiram o sul Japão durante abril, causando devastação maciça e matando pelo menos 66 pessoas, com mais de 4 mil pessoas feridas. Perdas económicas totais, incluindo danos físicos às estruturas residenciais e comerciais, veículos e infra-estrutura e interrupção de negócios, que superar US$ 10 bilhões.

A General Insurance Association of Japan informou que foram registrados mais de 70 mil pedidos de indenizações por perdas de bens materiais e financeiros, com perdas estimadas em US$ 2 bilhões. Enquanto isso, um grande terremoto de magnitude 7,8 atingiu costa noroeste do Equador em 16 de abril, matando pelo menos 660 pessoas e ferindo mais de 17.638.

De acordo com dados do governo, o custo econômico total pelos danos e reconstrução é estimado em US$ 3 bilhões, bem abaixo das perdas do Japão em razão da baixa penetração do seguro no país latino. Steve Bowen, diretor da Impact Forecasting, disse: “A presença global das perdas de desastres naturais em abril foi significativa entre os grandes eventos como o terremoto Kumamoto, as tempestades severas e inundações nos Estados Unidos, e da agricultura inundada na Argentina, o que pode tornar este o mais caro abril desde 2011.

O grande diferencial entre as perdas econômicas e seguradas é mais um lembrete de quanta oportunidade existe para o setor de seguros para ajudar a colaborar com governos, comunidades e empresas em todo o mundo para fornecer o gerenciamento de risco que podem ajudar a mitigar os efeitos dos desastres naturais”.

Além de Japão e Equador, outros desastres naturais ocorridos em abril impactam o mercado segurador. Veja mais no link do estudo:
http://aon.io/1q16IXe

May 9th, 2016 by A Security Insurance Agency